O que são?

- Representam períodos de vulnerabilidade para os pais
- São oportunidades para a entrada no sistema familiar, prevenindo o stress dos pais e antecipando problemas.
- Constituem um reforço das forças familiares, que se reafirma como sistema no próprio Desenvolvimento da Criança.

 

1º PONTO de REFERÊNCIA: Consulta Pré-Natal
- Idealmente aos 7 meses, com ambos os futuros Pais
- Bebé sonhado - expectativas
- Partilha de ansiedade e medos - preocupações
- Dúvidas e perguntas universais
- Preparação para o nascimento
- Peito vs Biberão
- Pediatra como advogado do bebé

 

2º PONTO de REFERÊNCIA: Recém Nascido
- Revelação das competências do bebé e sensibilização dos pais para o seu repertório comportamental; características individuais
- Recém-pais : ansiedade, re-organização dinâmica familiar
A vinculação tem 1 “timing” individual

 

3º PONTO de REFERÊNCIA: 1 semana
-Pais: felicidade vs ansiedade ( benefício / malefício)
- Vinculação pais-bebé, Identificação de parecenças com a família
-Aquisição de rotinas dos cuidados do bebé
-Reforço e aconselhamento sobre aleitamento
- Identificação dos choros (dor, fome,desconforto, fadiga, aborrecimento, descarga emocional) e mecanismos de auto-compensação

 

4º PONTO de REFERÊNCIA: 3 semanas
- Comunicação entre o bebé e o cuidador (tocar, balançar) sincronia com o comportamento do bebé
- Compreensão pelos recém-pais dos estádios de comportamento do bebé (forma de linguagem)
- Esclarecer sobre a possibilidade de período de cólicas e rabugice / agitação (entre as 3 e 12 sem. período de agitação diário, ao final do dia, com agitação prévia  sobrecarga do S.N. imaturo, reorganização para próximas 24 horas
- Pais exaustos: típica mãe mal-arranjada / bebé “lindo”
- Eventual depressão materna pós-parto
- Problemas alimentares
- Sono: padrões de sono + predictíveis (EEG mais maduro), adaptação dos cuidadores ao padrão de sono

 

5º PONTO de REFERÊNCIA: 6 - 8 semanas
-Comunicação com o bebé: sorriso, riso, “palrar” – resposta diferenciada às brincadeiras do Pai/Mãe
- Temperamento do bebé e adaptação dos pais
- Identificação do tipo de choro
- Regime alimentar
- Rabugice / cólicas
- Padrões de sono / alerta mais predictiveis
- Capacidades motoras
- Capacidades cognitivas

 

 

 

6º PONTO de REFERÊNCIA: 4 meses
-Diversificação Alimentar: refeição como espaço de comunicação
- Sono : aprendizagem da autonomia; explicação dos ciclos do sono; rituais de adormecimento
- Aumento do interesse no ambiente, novas aquisições psico-motoras (tónus cefálico)
- Pais: pico do “love-affair” com o bebé – EXCELENTE SINAL DE VINCULAÇÃO

 

7º PONTO de REFERÊNCIA: 7 meses
- Surto de interesse no ambiente
- Actividade manipulativa marcada (grande actividade motora)
- Comunicação ( linguagem) e aprendizagem aumentadas
- Inicio da reacção ao estranho
- Características temperamentais
- Sono: eventualidade da disrupção

 

8º PONTO de REFERÊNCIA: 9 meses
- Disciplina: o “não” – consciência do proibido
- Aumento da motricidade, pinça como autonomia, visão do mundo de pé
- Regressão do sono --> Rituais de adormecer
- Objecto de transição
- Diminuição do apetite - perda do apetite fisiológica - Movimento como grande objectivo
- Noção da permanência do objecto
- Auto-estima

 

9º PONTO de REFERÊNCIA: 12 meses
- Aumento da independência: aumento da mobilidade, Inicio da autonomia
- Linguagem: + compreensiva/expressiva ( 1-2 palavras)
- Aprendizagem da separação, explicar à criança que voltamos; protesto é saudável (angustia da separação)
- Reacção ao estranho
- Negativismo (caminho da independência)
- Birras (inicio: pico aos 2-3 anos)

 

10º PONTO de REFERÊNCIA: 15 meses
-Sono: dorme toda a noite
- Angústia da separação
- Vinculação pai ≠ mãe
- Diferenças individuais: aceitação pelos pais da criança e não tentarem modelar a criança ideal

 

11º PONTO de REFERÊNCIA: 18 meses
- Negativismo/Cooperação (2 faces da mesma moeda)
- Disciplina: exploração pela criança dos diferentes limites de tolerância (pais, avós, outros)
- Sono e rituais: história, objecto de transição
- Separação
- Aprendizagem e jogo (jogo paralelo - imitação)
- Auto-imagem, exploração do corpo

 

12º PONTO de REFERÊNCIA: 2 anos
- Jogo imitativo, Jogo simbólico
- Sentido de finalidade e de causalidade
- Grande aumento da linguagem
- Sono: pode iniciar-se terrores nocturnos
- Adormecer: monólogos, com associação de acontecimentos ocorridos durante o dia
- Negativismo/Agressão/Espasmos de afecto
- Tarefas domésticas
- Atenção à TV (não é uma baby-sitter)

 

13º PONTO de REFERÊNCIA: 18 meses
- Aprendizagem dos hábitos de higiene --> Controlo dos esfíncteres
- Medos e fobias (atenção à TV)
- Imaginação e fantasia (amigo imaginário da criança única)
- Relação com outras crianças
- Entrada no Jardim de Infância

 

In: Apontamentos de Saúde Infantil

sinto-me:
publicado por olharovazio às 20:42