1º/2º mês

  • Na posição sentada, o lactente não faz tentativas de controlo da cabeça
  • Quando colocado na posição de pé ou quando suportado em decúbito ventral, tem hiper ou hipotonicidade
  • Não segue a face humana
  • Não sorri
  • Não estabelece qualquer tipo de interacção.

 

3º/4º mês

  • Não fixa, nem segue objectos com os olhos
  • Não vira os olhos ou a cabeça para o som (principalmente quando ouve a voz humana)
  • Deixa cair a cabeça para trás quando traccionado pelas mãos e antebraços
  • Mantém as mãos sempre fechadas
  • Em repouso tem os membros rígidos
  • Tem uma postura assimétrica
  • Chora, sempre que se lhe toca
  • Tem pouca diversidade nos movimentos

 

6 meses

  • Não controla a cabeça
  • Membros inferiores rígidos passando directamente à posição de pé quando se tenta sentar a criança
  • Não olha nem agarra nenhum objecto
  • Mostra uma assimetria na postura
  • Não reage aos sons
  • Não vocaliza
  • Não manifesta interesse pelo meio que o rodeia
  • Estrabismo manifesto e constante.

 

9 meses

  • Não tem equilíbrio sentado
  • Quando sentado, permanece imóvel
  • Não tem preensão palmar e não leva os objectos à boca
  • Não reage aos sons
  • Vocaliza monotonamente ou perde a vocalização
  • Não estabelece relações preferenciais
  • Engasga-se com facilidade.

 

12 / 18 meses

  • Permanece imóvel, não procura mudar de posição
  • Postura assimétrica
  • Não agarra nos brinquedos ou fá-lo com uma só mão
  • Não responde à voz
  • Não sabe mastigar
  • Não brinca, não estabelece contacto
  • Não compreende ordens simples
  • Não diz uma palavra.

 

24 meses

  • Não anda
  • Deita os objectos fora
  • A manipulação dos objectos não tem um fim construtivo
  • Parece não compreender o que lhe diz
  • Não procura imitar
  • Não pronuncia palavras perceptíveis.

 

Acima dos 36 meses

  • Hiperactivo, distraído, tem dificuldade de concentração
  • Linguagem incompreensível e substituições de fonemas
  • Suspeita de défice visual
  • Perturbações do comportamento ( agressividade na escola ou no meio familiar, dificuldade em se integrar com outras crianças, birras excessivas, dificuldade em se separar da mãe )

 

 

(in Apontamentos de Saúde Infantil)

sinto-me:
publicado por olharovazio às 12:16