O que é?

Inflamação do tracto gastro-intestinal

 

Etiologia (causas):


Infecções Virais – GEA Viral - tem grande contagiosidade (contexto familiar e escolar)
Bacterianas
Parasitárias


Vias de contágio:


Alimentos (marisco)
Água contaminada
Contacto com pessoa infectada
Condições de higiene precárias

 

Sintomas:


Dor abdominal (tipo cólica)
Náuseas
Vómitos
Febre
Recusa alimentar
Perda de peso (desidratação)
Sudação excessiva (transpiração excessiva)
Mialgias, Rigidez articular (dores musculares e nos ossos)
Dejecções diarreícas
Incontinência fecal
(diminui consistência das fezes, rectite)

 

Pode levar a um estado de desidratação:

Sintomas:

Polidipsia (grande sensação de sede)
Urina concentrada
Pele seca – prega cutânea (ao pegar num pouco de pele, o acto de voltar a soltar a pele, deixa uma prega na pele)
Mucosa oral seca
Olhos encovados
Fraldas secas
Chôro sem lágrimas

 

Grupos de Risco:
Crianças (sistema imunitário imaturo)
Crianças no Infantário ou escola
Contactos de indivíduos com GEA
Estudantes a viver em residências
Profissionais de Saúde
Pessoal Militar
Viajantes
Imunodeprimidos


Como prevenir:
-Lavagem das mãos frequente, após ida ao WC e antes de manipular alimentos
-Limpeza e desinfecção das superfícies das cozinhas
-Afastar alimentos consumidos crús da carne e ovos
-Lavagem cuidadosa de frutas e vegetais
-Consumo de água engarrafada, se água da rede pública não potável
- Vacina oral contra Rotavírus
-Aleitamento Materno (13 semanas)

 

Como se trata:
Terapêutica Sintomática
-Reposição de fluídos e electrólitos
(água, chá, soros de rehidratação oral, Coca-Cola sem gás)


-Se Desidratação grave ou Via Oral Indisponível -> Internamento -> Hidratação e
reposição de electrolíticos endo-venosa


- Probióticos  -> Reposição da flora intestinal normal


- Analgésico / Antipirético


-Dieta anti-diarreíca (água de arroz e cenoura, fruta cozida sem casca; restrição
de gorduras, alimentos com fibra, leite)


- Lactentes: Fórmula sem lactose


-Na maioria das gastroenterites, em doentes imunocompetentes, o próprio
sistema imunitário “extermina” a GEA


- Raramente Antibióticos (GEA prolongada, grupos de risco) e apenas se for de
causa bacteriana

 

in: Apontamentos de Saúde Infantil

sinto-me:
publicado por olharovazio às 16:58