O que é?


A pedagogia Waldorf é um movimento mundial que de uma forma geral se pode caracterizar por ter uma forte abordagem multicultural, que torna as crianças mais autónomas e responsáveis, com uma grande consciência étnica e respeito pela diversidade, procurando activamente formas de se integrar e participar na sociedade.

Fundada por Rudolf Steiner em 1919, em Estugarda, na Alemanha, inicialmente através de uma escola para os filhos dos operários da fábrica de cigarros Waldorf-Astória, a pedagogia de Waldorf distinguiu-se desde o início por ideais e métodos pedagógicos até hoje considerados revolucionários.

Mais do que uma pedagogia, é também um método e uma atitude que tem a ver com uma forma global de encarar o mundo.

 

Qual a sua origem?

 

Em 1919, em Stuttgart, na Alemanha, Rudolf Steiner - filósofo, cientista e artista austríaco - foi convidado por Emil Molt, o proprietário da Fábrica de cigarros Waldorf-Astoria, para uma série de palestras para os trabalhadores de sua fábrica.

Como resultado, os trabalhadores pediram a Steiner que fundasse e dirigisse uma Escola para seus filhos. Emil Molt, apoiava e financiava a na concretização da ideia.

Steiner concordou, mas colocou 4 condições: a primeira era a de que a Escola seria aberta, indistintamente, para todas as crianças; a segunda de que a Escola fosse co-educacional; deveria também ser uma escola com um currículo unificado de 12 anos e, por último, que os professores da Escola fossem também os dirigentes e administradores da mesma. Queria que a Escola Waldorf tivesse o mínimo de interferência governamental e não tivesse preocupação com objetivos lucrativos.

Emil Molt concordou e em 7 de setembro de 1919 foi aberta a primeira ”Escola Waldorf Livre”.

 

Quais as suas particularidades?

 

Se fosse possível resumir numa frase, diríamos que "nosso mais alto empenho deve ser o de desenvolver seres humanos capazes de, por eles próprios, dar sentido e direcção às suas vidas".
A principal meta de uma Escola Waldorf é desenvolver na criança "cabeça, coração e mãos" através de um currículo que equilibra actividades escolares variadas.
Este currículo insere música (flauta doce, contralto, orquestra e coral); artes (aguarela, marcenaria, modelagem e escultura em argila, desenho em preto e branco e perspectiva, fotografia, batik, estamparia, mosaico, tricô, crochê, tecelagem e tapeçaria) além de matérias como: jardinagem, técnicas agrícolas e horticultura.
Através desta metodologia, os professores buscam despertar o gosto pela aprendizagem fazendo desta uma actividade não competitiva.

 

Qual a sua filosofia?

 

Rudolf Steiner esboçou um currículo que tem como pano de fundo as fases do desenvolvimento da criança. Ele pensava que o papel da Escola era o de ir ao encontro das necessidades das crianças. Desta forma, ele desenvolveu um currículo que incentiva e encoraja a criatividade, que nutre a imaginação e que conduz as crianças a um pensamento livre.

 

 

Mais informações em:

 

Associação Waldorf dos Açores

sinto-me:
publicado por olharovazio às 15:44