Aldeia dos Pequeninos

pesquisar

 
Domingo, 31 / 07 / 11

Actividades sobre Forças e Movimento

 

Onde escorregar para mais longe chegar?

 

Objectivos:

  • Experimentar diferentes inclinações numa rampa, de forma a verificar a sua influência na distância que os objectos conseguem percorrer.

Exploração didáctica:

 

Para ganharem uma corrida, o João e a Teresa queriam saber em qual dos escorregas o seu carrinho conseguiria chegar mais longe e, por essa razão, decidiram largá-lo ao mesmo tempo, do topo de cada um deles.

 

Desenvolvimento:

 

Preparar rampas do mesmo material (por exemplo, madeira polida) e comprimento ( 1 metro), mas com diferentes inclinações (altura: 5cm, 20 cm 35 cm)

 

Permitir que as crianças comprovem que as rampas têm o mesmo comprimento, medindo-as ou sobrepondo-as.

 

Perguntar às crianças qual q rampa que permitirá ter melhores resultados (em qual o carrinho vai poder chegar mais longe).

 

Colocar os carrinhos iguais no cimo de cada rampa e largá-los ao mesmo tempo.

 

Ordenar os carrinhos segundo a distância percorrida (marcando com uma cruz, colorindo, etc).

 

Repetir a experiência várias vezes, para confirmar os resultados.

 

Confrontar as previsões com as observações.

 

 

In: Despertar para a Ciência: actividades dos 3 aos 6

sinto-me:
publicado por olharovazio às 21:36
Domingo, 16 / 01 / 11

A importância da educação em ciências nos primeiros anos

 

Desde cedo, as actividades das crianças estão recheadas de ciência. Por exemplo, quando uma criança puxa ou empurra um baloiço, quando chuta uma bola com mais ou menos força, quando desce o escorrega, entre outras.

As aprendizagens que a criança efectua nestas circunstâncias decorrem principalmente da acção, da manipulação que faz dos objectos que tem à sua disposição, o que faz com que sejam do tipo causa/efeito. Isto é, através da sua interacção com os objectos a criança aprende que "se fizer isto acontece aquilo" e , desta forma, "para acontecer certa coisa tem de se fazer assim".

Inicialmente, através do seu brincar e, posteriormente, de forma mais sistematizada quando acompanhada pelo adulto, a criança vai estruturando a sua curiosidade e o desejo de saber mais sobre o mundo que a rodeia. Estão, assim, criadas as condições para dar início a pequenas investigações, as quais se pretendem gradualmente mais complexas.

Ora, é durante as observações que realiza que desenvolve, acompanhada ou de forma autónoma, que começa a formar as suas próprias ideias sobre fenómenos que a rodeiam, sejam eles naturais ou induzidos. Por exemplo, a criança pode questionar-se por que razão nuns dias chove e noutros faz sol, porque é que a Lua não cai para a Terra, porque é que os barcos tão grandes e pesados flutuam no mar e uma pedra vai ao fundo.

 

Sobre estas e muitas outras situações as crianças constroem explicações, que muitas vezes não correspondem ao conhecimento científico actual, mas que têm lógica para si. Frequentemente tais ideias permanecem durante muito tempo e tornam-se "verdadeiras explicações" para a criança, mais tarde jovem e adulto, pelo que há que as tornar ponto de partida para novas aprendizagens, desafiando as crianças a tomarem consciência dessas ideias, confrontando-as com outras, num processo conducente à sua (des) construção.

Estudos realizados, sobretudo nas últimas duas décadas, têm permitido sistematizar os processos de aprendizagem de ciências de crianças pequenas e reforçar a sua necessidade desde cedo e de forma intencional já em idade pré-escolar (Harlen, 2006; deBóo, 2000) assumindo-se a educação em ciências como promotora da literacia científica.

 

In: Despertar para a Ciência: actividades dos 3 aos 6

sinto-me:
publicado por olharovazio às 20:34
"A educação tem raízes amargas, mas os frutos são doces." ( Aristóteles )

mais sobre mim

Janeiro 2013

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

ideias partilhadas

  • Olá queria saber se estão instaldos em Sao Miguel,...
  • isso eh logico
  • Bom dia,O meu nome é Sofia Carvalho e sou gestora ...
  • Bom dia!Recebi sua visita a um dos meus blogs: Sin...
  • Ainda bem que gostaste :)beijoss
  • Olá,Passei para conhecer o espaço, após o comentár...
  • muito obrigado pelo comentario :DBom blog , beijin...
  • Ahaha sim foi um episodio daqueles, com direito a ...